Saúde em 5 minutos

Olá, aqui encontrará vídeos até 5 minutos, artigos e entrevistas que pode ler em 5 minutos sobre saúde e outros produtos. Espero que estes 5 minutos lhe tragam mais e melhor Saúde!

A Importância dos Imunoestimulantes

Entrevista à Dra. Paula Iglésias sobre a importância dos imunoestimulantes, os seus efeitos, benefícios, quando devem ser tomados e quais vitaminas e minerais com mais evidência para reforçar o sistema imunitário. Leia a entrevista e fique a saber a resposta a estas e outras questões. Boa leitura!

Entrevista à Dra. Paula Iglésias, Farmacêutica, Fundadora e Formadora do Instituto Pharmcare, Autora das Dicas da Farmacêutica

O sistema imunitário é o conjunto de órgãos, tecidos e células responsáveis por combater os microrganismos invasores, impedindo, assim, o desenvolvimento de doenças. Além disso, é responsável por promover o equilíbrio do organismo, coordenando a resposta das células e moléculas produzidas para “atacar” o agente patogénico/agressor.

A melhor forma de fortalecer o sistema imunitário e prepará-lo para responder otimamente perante o confronto com microrganismos invasores é através de uma alimentação e adoção de um estilo de vida saudável.

São substâncias que estimulam ou inibem o sistema imunitário. As substâncias que estimulam designam-se por imunoestimulantes e as que inibem imunossupressoras. Estas últimas são uteis no tratamento das doenças auto-imunes e para os doentes transplantados.

São substâncias que estimulam o sistema imunitário induzindo a ativação ou aumentando a atividade de qualquer um dos seus componentes, protegendo-nos das infeções.

Os imunoestimulantes podem ser específicos (por exemplo, as vacinas) ou inespecíficos. 

Considera-se que há 3 categorias: micronutrientes (vitaminas e nutrientes), probióticos e fitoderivados (por ex.: equinácia, alho e curcuma têm muita evidência científica relativamente ao reforço do sistema imunitário).

Os micronutrientes são os nutrientes que o nosso organismo necessita em pequenas quantidades, ou seja, as vitaminas e os minerais.

Os macronutrientes são os hidratos de carbono, os lípidos e as proteínas.

As vitaminas com mais evidência para reforçar o sistema imunitário são a vitamina C e a vitamina D. 

Os minerais com mais evidência para reforçar o sistema imunitário são o Zinco e o Selénio. 

São microrganismos vivos que conferem um benefício na saúde do hospedeiro quando administrados em quantidades adequadas.

Podem ser de origem fúngica (ex.: levedura – Saccharomyces boulardii CNCM I-745) ou bacteriana (Lactobacillus rhamnosus GG, Bifidobacterium longum 35624).

Podem estar incorporados em medicamentos, suplementos alimentares ou alimentos.

Para estarmos imunocompetentes deve-se fazer uma alimentação equilibrada e variada, praticar exercício físico e dormir bem. Nem sempre estas condições estão reunidas e não é fácil obter as quantidades diárias de todos os micronutrientes através da alimentação, por essa razão, a suplementação justifica-se em diversas situações. Em concreto, para assegurar os benefícios ao nível da saúde, a maioria dos imunoestimulantes, tais como, vitaminas, minerais, probióticos, podem ser tomados diariamente, e não apenas durante o inverno, contudo, em caso de dúvida, deverá consultar o seu médico ou farmacêutico.